INSTITUTO OMOLARA BRASIL
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1


Partilhe este Site...



UBUNTU XIRÊ - SOMOS TODAS UMA "ANTE E DEPOIS"

Projeto aprovado no 3o. Edital Fale sem Medo Resultado

 

DESCRIÇÃO DO PROJETO

 As comunidades da Cidade do Rio de Janeiro são historicamente formadas por uma maioria de negros e negras, geralmente com famílias chefiadas por mulheres, que além da vulnerabilidade em função da situação de violência doméstica, também sofrem da violência direta e indireta, decorrente do enfrentamento entre o tráfico de drogas e intervenções policiais,  sendo importante criar por si mesmas alternativas para proteger suas crianças jovens e famílias da comunidades, num contexto de negligência do Estado em implementar políticas públicas que assegurassem  a segurança e educação das crianças e jovens da comunidade.

 Neste sentido nosso objetivo principal é criar um espaço arejado e independente de formação, reflexão, debates e discussões entorno de questões étnico-raciais: raça e gênero, testemunhos e resistências de mães contra genocídio da juventude negra, impactos da violência na saúde integral da mulher negra, impacto do racismo na formação da cultura de medo e “silencio” de mulheres negras e faveladas etc, com a realização de oficinas no formato de rodas de conversa, contando com recursos didáticos de palestras, exibição de filmes e atividades lúdicas, sempre levando em conta os conhecimentos, as experiências e as histórias de vida de cada uma das participantes.

  OBJETIVO DO PROJETO

Realizar a Mobilização/Articulação de mulheres em 06 comunidades  com histórico de violência, incialmente pensadas nas seguintes localidades: Batan; Borel; Cidade de Deus; Coroa; Vila do Cruzeiro e Manguinhos; com a realização de 02 oficinas em cada um em torno dos temas selecionados de acordo com o perfil de cada comunidade.

 Contribuir no processo de entendimento e combate à prática de violência contra as mulheres nas suas comunidades, buscando os meios concretos para sua superação. Além da reflexão sobre a discriminação e a necessidade de valorização das mulheres como cidadãs, houve o repasse de conhecimentos, tendo como legado os seguintes produtos:

1.  Elaborar e publicar uma Cartilha da Conscientização de Direitos, com o objetivo de colaborar para com disseminação de informações sobre acesso a direitos tais como: Rede de Assistência Social do Estado e Município Rio de Janeiro, Lei Maria da Penha, Sexualidade e Saúde, Instrumentos Jurídicos de proteção as mulheres, população negra,crianças e adolescentes, população LGTB,Serviços de atendimento na área de saúde,roteiros de acesso a informativos virtuais.

2.   Diagramar e produzir um DVD com o depoimento de algumas mulheres participantes “Antes e Depois”, sobre cada tema abordados nos encontros, fruto das oficinas para que que outros grupos de mulheres possam se orientar através da experiência do grupo.

METODOLOGIA

 Xirê  da Cidadania das Mulheres Negras ( Roda de Conversa) como ferramenta para criar um espaço de diálogo e de escuta das diferentes ‛vozes’ que ali se manifestam, constituindo-se num instrumento de compreensão de processos de construção de uma dada realidade por um grupo específico.

 As atividades desenvolvidas têm como recorte o Resgate da história da mulher negra, valorização da identidade racial, levantamento coletivo das atividades geradoras de renda desenvolvidas pelas participantes, e a aplicação de um formulário para construção do diagnóstico das mulheres relacionada com os temas trabalhados e seus reflexos na mulher negra na sociedade.

 

Deixe-nos um recado : Fale conosco